Espaço para desvanecer a cada instante. Aqui se encontram textos, imagens e gráficos de vários autores. Sempre precisei colecionar o que eu chamo de figurinhas mágicas. São cartas que abrem novos horizontes e paisagens. Então, boa viagem ;)

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

"EU NUNCA VI ALGO SELVAGEM TER PENA DE SI MESMO..."

"Eu nunca vi algo selvagem ter pena de si mesmo, um pássaro cairá morto de um galho sem jamais ter sentido pena de si mesmo" David Herbert Lawrence

9 comentários:

  1. Vi esta vfrase no filme O GRANDE DESAFIO

    ResponderExcluir
  2. vi esta frase no Filme "até o Limite da Honra" Mto BOM !

    ResponderExcluir
  3. O autor é D. H. Lawrence. E escutei esta frase no filme o Grande Desafio muito bom

    ResponderExcluir
  4. esse filme "O grande desafio " é lindo mesmo

    tem uma frase que diz :

    "viemos fazer aquilo que devemos fazer, para fazer asquilo que queremos fazer."

    assinado :thiago fernando /recife-pe

    ResponderExcluir
  5. meu msn é :thiagofap2010@hotmail.com

    ResponderExcluir
  6. Self Pity

    I never saw a wild thing
    sorry for itself.
    A small bird will drop frozen dead from a bough
    without ever having felt sorry for itself.

    (tradução)
    Autopiedade

    Eu nunca vi uma coisa selvagem
    sentir pena de si mesmo.
    Um pequeno pássaro cairá morto de um galho, congelado,
    sem nunca ter sentido pena de si mesmo.

    Tradução retirada do livro “Tudo que vive é sagrado”, poemas de William Blake e D. H. Lawrence (traduzido por Mário Alves Coutinho). Editora Crisálida, 2001. Esse poema ficou bem famoso por aparecer no filme "até o limite da honra" (G.I. Jane) de 1997, com a Demi Moore.

    http://www.recantodasletras.com.br/artigos/3081436

    ResponderExcluir

Seguidores

Archivo del blog