Espaço para desvanecer a cada instante. Aqui se encontram textos, imagens e gráficos de vários autores. Sempre precisei colecionar o que eu chamo de figurinhas mágicas. São cartas que abrem novos horizontes e paisagens. Então, boa viagem ;)

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Origem do mundo

Há tempo atrás, antes de algum ser vivo existir, muito antes do o sol nascer, todo esse universo era BRANCO e ninguém sabia dele e do SILÊNCIO reinava. Hoje esse espaço branco possui um nome, ele se chama DEUS. Esse SER que sempre existiu independente do tempo e da matéria.

Um dia Deus teve uma idéia e resolveu fazer a primeira criação e inventou a LINHA. Isso mesmo, a primeira criação dele foi simplesmente uma linha.

clip_image002

Um desenhista acharia estranho, pois precisaríamos de dois pontos para ter uma linha. Contudo o ponto e o NADA é a mesma coisa, pois o ponto é aquilo que não tem parte ou grandeza alguma. Ou seja, o ponto por si não consegue si definir. Então Deus criou a linha, pois ela define a ORDEM e as extremidades que são chamadas de PÓLOS. Assim, Deus percebeu uma coisa: Aquilo que é definido precisa o indefinido para firmar a sua existência; junto à linha ele tinha criado o INFINITO.

Ele ficou contemplando a linha, então descobriu que ele poderia UNIR as extremidades. Com muito cuidado e AMOR ele pegou as pontas e com movimento singelo ligou elas. Nesse instante mágico o TEMPO tinha nascido, pois o tempo é o poder de atuação da UNIÃO e do AMOR. Então Deus disse ao TEMPO: - Você ficará responsável para que todas as energias fluam, transmutem e se conectem nesse universo.

clip_image002[5]

Da união nasceu a FORMA e assim surgiu o circulo. Ele ficou encantado com o círculo, empolgou-se de fez um monte de círculos.

clip_image002[7]

O universo ficou repleto de bolinhas, uns grandes, outros circunscritos, outros compartilhando os mesmos espaços. Ele olhava para todos eles e percebeu que ainda faltava alguma coisa. Então ele decidiu dar um toque com o dedo no centro de cada um deles. Assim a ALMA era dada para cada um dos círculos e eles começaram a se colorir.

clip_image002[9]

Junto com as cores eles começaram a mudar de formatos - começaram a se individualizar. Novas texturas, cheiros e sabores surgiram.

Uns círculos viraram flores, outro o céu, outros viraram animais. Todos impulsionados pela sua alma que lhe fora dada.

Assim, cada um dos ex-círculos descobriu que tinha um LUGAR para estar nesse mundo. Mas que não bastaria estar sozinho e isolado. Eles começaram a se movimentar, RELACIONAR e interagir de acordo com a sua natureza. Assim cada ex-círculo precisava se MOVIMENTAR de acordo com voz da sua alma para se sentir PLENO.

O pássaro descobriu que tinha asa e que precisava voar.
As águas do rio precisavam se evaporar.
O céu agora estava a receber as batidas das asas e abrigar os vapores d água.
Os raios do sol iluminariam o céu para que as gotículas da água criassem o arco-íris.
Dos vapores a chuvas vieram para alimentar o solo.
A vida pulsava no universo.

Assim, o paraíso tinha sido criado e os últimos círculos que vieram transformaram em ADÃO e EVA. Foi assim surgiu o mundo que vivemos.

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Trabalho – Nuno Cobra

Sem dúvida nenhuma, meu primeiro contato com o mundo real da prática de minha profissão foi o desencadeador de meu mais profundo e significativo ideal de vida. Percebi que só no amor, na entrega pura e verdadeira, um ser humano poderia realizar algo em benefício de seu semelhante. Que o trabalho enquanto trabalho, por mais técnico e perfeito que fosse, nada resolveria sem a doação contínua e permanente.
Nuno Cobra (A Semente da Vitória)

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Olhar o invísivel é um merecimento

Captar as forças invisíveis que movem o universo é um mérito. Não temos como repassar esses méritos, o que podemos é criar situações favoráveis para que as pessoas possam por sí mesma captá-los. Após isso, precisamos ter desapego da nossa ação. As sementes germinam somente na estação certa.

domingo, 5 de dezembro de 2010

Louvada seja a Dança - Santo Agostinho

“Louvada seja a dança
Que libera o homem
Do peso das coisas materiais
E une os solitários
Para formar sociedade.
Louvada seja a dança,
Que exige tudo e fortalece
A saúde, uma mente serena
E uma alma...
A dança significa transfomar
O espaço, o tempo e o homem,
Que sempre corre perigo,
De se perder ou ser somente cérebro,
Ou só vontade ou só sentimento.
A dança porém exige
O ser humano inteiro,
Ancorado no seu centro
E não conhece a vontade
De dominar gente e coisas.
E que não serve a obsessão
De estar perdido no seu próprio ego.
A dança exige o homem livre e aberto,
Vibrando na harmonia de todas as forças.
Ó homem, ó mulher, aprenda a dançar se não os anjos no céu
Não saberão o que fazer contigo!"

Santo Agostinho

Observação: Não tenho certeza que é do Santo Agostinho, estou desconfiado que não é dele, pois fiz um procurar na internet e só encontrei blogs com esse texto dando autoria para ele. Yiuki Doi

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Eleger é diferente de escolher

Eleger é diferente de escolher. Escolher anula as demais opções, eleger engloba todas outras opções. Alberto Camus disse: “Somos responsáveis por aquilo que fazemos, pelo que não fazemos e pelo que impedimos de fazer.” O eleger se relaciona com a consciência da nossa escolha. Por isso, quando elegemos o caminho, este conterá as virtudes das demais trilhas não vivenciadas por nós.   Yiuki Doi

P.S. Dançando sinto o respirar do filho que adiei em ter, a presença da família que mora longe, o aconchego da minha casa própria, e tantas outras coisas que abdiquei para estar no palco.

Deus é perfeito

Deus não toma partido, por isso que é perfeito. O mesmo aplica quando ele surgiu do nada?! Não existe mágica mais perfeita do que essa! Adoro essa façanha Dele!

Seguidores

Archivo del blog