Espaço para desvanecer a cada instante. Aqui se encontram textos, imagens e gráficos de vários autores. Sempre precisei colecionar o que eu chamo de figurinhas mágicas. São cartas que abrem novos horizontes e paisagens. Então, boa viagem ;)

domingo, 30 de outubro de 2011

Livre arbítrio – Paul Valery

“Nada pode seduzir-nos, nada pode trair-nos, nada leva a despertar o nosso ouvido, a fixar o nosso olhar, nada por nós é escolhido na multiplicidade das coisas e torna desigual a nossa alma, que não seja, de certa maneira, ou pré-existente no nosso ser, ou esperado secretamente pela nossa alma” Paul Valery

sábado, 29 de outubro de 2011

Mudanças

Muitas vezes quando organizamos as coisas significa que estamos indo para outro lugar. Ana Gonzales

DSC06873

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Aprendizado - Paulo Freire

"Aprender para nós é construir, reconstruir, constatar para mudar, o que não se faz sem abertura ao risco e à aventura do espírito.”  (Paulo Freire)

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Aquilo que perdura…. Rubem Braga

For Marisa Elizabeth Soika Bueno & Family:

"Mas no meio de tudo isso, fora disso, através disso, apesar disso tudo - há o amor. Ele é como a Lua, resiste a todos os sonetos e abençoa todos os pântanos." (Rubem Braga)

Preparo para deixar o seu filho pequeno com outra pessoa.

DEIXO POSTADO DICAS DE COMO CUIDAR DE CRIANÇAS QUE A MINHA AMIGA PATY COMPARTILHOU COMIGO. APRENDO MUITO LENDO ESSAS DICAS.
  • Deixe a criança com quem gosta de criança e está disponível para isso.
  • Perceba se o ambiente está harmônico.
  • O melhor é que a pessoa venha à sua casa ou que sua criança fique em local conhecido e dominado por ela. Será uma novidade a menos pra ela ter que se adequar.
    Se o clima do lugar estiver tenso, reconsidere e combine pra uma outra oportunidade ou um outro local. Proteja e não exponha sua criança a lugares que não são legais pra ela.
  • Combine o horário que retornará e respeite o combinado.
    Se quizer, combine também o horário que "ligará só para saber se está tudo bem".
  • Deixe todos o numeros de telefone possíveis, inclusive o dos avós. Verifique se o aparelho telefônico que ficará onde a criança está tem bateria e linha (para os da Net, costuma acontecer de ficar sem linha à toa).
  • Entregue a criança calma. Se a criança estiver agitada, a acalme. Aproveite pra ir locutando pra pessoa que ficará com a criança, o que está fazendo e como está fazendo, pode ser útil pra ela mais tarde e aguarde uns cinco minutos depois disso.
  • Passe por escrito hábitos e horários da criança. Leia junto com a pessoa pra ter certeza de que a mensagem foi bem transmitida.
  • Para crianças de colo, recomendo deixar uma camiseta ou camisola bem usada/suada  pela mãe, que tenha em evidência "o delicioso cheiro do sovaco da mãe". Muitos bebês se acalmam quando colocamos a peça de roupa usada da mãe junto de suas bochechas. E esta dica também serve (junto com outros artifícios que compartilharei em e-mail futuro) para aquelas que permitiram que a criança dormisse no quarto do casal e querem passar a criança para o seu quartinho.
  • Se despeça da criança sorrindo e olhando nos olhos dela. Fale com tom tranquilo e que essa tranquilidade venha do coração.
    Diga que já volta e dê ênfase ao que vão fazer juntos quando você retornar.
  • Durante sua saída, pare de pensar e se preocupar pois a criança capta sua insegurança e fica, digamos, áspera.

Patricia Muller

bebê de 2 meses

DEIXO POSTADO DICAS DE COMO CUIDAR DE CRIANÇAS QUE A MINHA AMIGA PATY COMPARTILHOU COMIGO. APRENDO MUITO LENDO ESSAS DICAS.


O que Tracy fala: O que a Tracy recomenda (e eu super concordo ) é evitar o excesso de estímulos, coisa que é tendência em nossa sociedade. A criança não precisa de tanta informação.

Música clássica é bom, mas, na maioria das vezes o silêncio é a melhor companhia.

Até pelo menos os 2 aninhos, super afaste o bebê da televisão (mesmo sem alcance visual). Proteja a criança.

Tracy fala também que pro bebê ficar calminho olhar uma parede branca já é uma atividade e tanto.

É importante respeitar o espaço do bebê. Quando tirar a roupa dele, pedir licença e dizer, "vou tirar sua roupa, dá licença." Ou "daqui a pouco vamos vestir o casaco prá ir pra rua". As crianças ficam mais calmas quando sabem o que vai acontecer depois e aí está o grande trunfo de ter uma rotina bem implantada! 

O que eu também fazia: Sempre que o bebê estava quietinho, eu saída de fininho e quando ia pra dar uma espiadinha se estava bem, procurava não chamar a atenção pra minha chegada.

Eu procurava proporcionar ao bebê contatos com a natureza como observar as núvens do céu ( com a criança à sombra, é claro) ou o movimentar das folhas da árvore ao vento ou mesmo uma cortina de janela. Caso queira um pouco mais de ação, todos os animais (passarinho, cachorro, gato, peixe em aquário) são boa idéia também. Uma visita à um petshop já resolve este assunto, não é?

Também permitia que ele sentisse a vibração de todas as cores, assim, evitava vestí-lo sempre de azul.

Sempre olhava pra ele nos olhos e sorria muito.

Permita que ela coloque os pés na terra , para sentir a textura e descarregar as energias. E isso serve para por pés e mãos na areia, nas pedras, na grama, etc. Ates de tirar o calçado, diga o que vai acontecer : " O Bruno vai por o pé na terra". Em seguida, permita o silêncio. E quando for colocar o calçado novamente diga o que aconteceu: " O Bruno colocou o pé na terra!

Além disso, é importante que a criança receba o toque da mãe por todo o seu corpinho . Não precisa ser shantala, basta pegar nos bracinhos e dizer "olhe que lindos braços!". Ou pegar na mão dela, com firmeza e suavidade ao mesmo tempo , olhar nos olhos e dizer "Mão!". Note que não falamos nada no diminutivo pra criança pois o desenvolvimento da linguagem dela, que já está super acontecendo, vai decorar primeiro o final das palavras e se todas terminarem com "inho", vai ficar mais difícil, não é?
Fale de maneira suave, devagar e como quem conta uma notícia boa, de maneira serena, entende?

Mesmo que não esteja apaixonada pelo pai do bebê, fale bem dele pra criança. Fale das virtudes deste cavalheiro. E se estiver longe, mostre a melhor foto que tiver dele e diga " Papai Silvio" e sorria.

Nunca rotule o bebê : " você é um chato" ou "você é um brabo", por mais astralizada que você esteja. Nunca fale de alguma dificuldade da criança na frente dela também.

Dona Lurdes também me ensinou para não deixar que qualquer um pegue no seu bebê, principalmente nos pés, que é onde entra a energia ruim. Enfim, defenda o bebê.

Patricia Muller

Dentinhos, dor nas costas, elogios, dormir a noite inteira.

DEIXO POSTADO DICAS DE COMO CUIDAR DE CRIANÇAS QUE A MINHA AMIGA PATY COMPARTILHOU COMIGO. APRENDO MUITO LENDO ESSAS DICAS.

Dentinhos.

Se não estiver frio por aí, ajuda deixar um pedaço de maça, manga ou pera no congelador por 10 ou 15 minutos e dar pra ela, como mordedor.
A intenção não é alimentá-la , neste caso, e sim que a temperatura geladinha amortece a gengiva dolorida e causa um conforto natural. Nunca usei dessas pomadas tipo BabyDent pois me disseram que antecipa desrespeitosamente  o processo natural da chegada do dente.

Dor nas costas.

Puxa, o que posso dizer?
Que a dor vai mudando de lugar. Quando o bebê é menor, doi mais em cima, perto da cervival. Conforme vai crescendo, a dor vai descendo, até que chega perto da bacia , que é onde está a minha. Com esse frio, tirei o Bernardo do banho quente e não queria que ele encostasse no chão gelado e ganhei esta dor gostosa, que me deixa meio torta e tendo que dar explicações a todos que me cercam.
Quando tiver gente por perto, peça pra que te alcance o bebê, assim, na cara dura!
Na medida do possível, pegue ela no colo o mínimo e preste atenção na postura de sua coluna ao amamentar, mesmo que pra isso, fique cercada de apoios, almofadas, o que for necessário, pois precisamos de você bem boa, mamãe. 

Como elogiar.

Você fez muito bem em elogiar a proesa do bebê sair sozinho do bebê conforto!
Sempre que elogiar, procure elogiar a tarefa e não a criança.
Por exemplo : "Muito bem Marina, você fez um bom trabalho saindo sainha do bebê conforto!"
Ou seja, evite dizer : "você é linda, ou você é inteligente, ou você é demais!"
E quando precisar chamar a atenção, evite falar o nome dela. 
"Menina, fique tranquila, a mamãe já está chegando." ou invéz de "Marina, não chore!"
Perceba também que para chamar a atenção o comando se inspira no que ela deve fazer e não, no que ela não deve fazer.
Use o nome Marina para os elogios e boas notícias.
Assim, logo logo teremos uma princesinha que gosta do nome que tem.

Acorda a noite.

Ela acorda as 00, 03 e 06:30 por que?
a) Com fome? amamente ela as 19h, as 21h e as 23h30 , que é o que Tracy chama de enchendo o tanque. Mesmo que ela esteja dormindo neste horário, coloque ela no seio, se não acordar tudo bem, mas estimule pra que a boquinha trabalhe sugando o leite.

Amamentar após as 24h é dar um tiro no pé, pois você estará dando o reforço negativo de fragmentação da noite.
b) Com desconforto de  xixi na fralda? Use a melhor fralda que você tiver na troca proxima das 19h e passe pomada em abundância pois a proxima troca será apenas apos as 5h da madrugada (mesmo que tenha cocô), quando ela acordar.

Acontece que uma troca de fralda entre as 19h e 5h pode ser muito estímulo pra ela, o que não permite que absorva a idéia de que é de noite e que devemos apenas dormir. Evitemos nestes horário também estimulos de luz acesa, barulho e formas mentais tumultuadas (que o bebê capta rapidinho e fica arisco).

No último banho do dia, eu sempre dava as 18h15 antes da mamada das 19h, misture na água da banheira um pouco de chá de camomila, que é calmante pelo aroma e pelo contato com a pele. Este banho, deve ser morninho, que já vai relaxando e a criança já vai entendendo que está entrando no ciclo noturno.

Patricia Muller

banho do bebê : prá relaxar ou pra brincar?

DEIXO POSTADO DICAS DE COMO CUIDAR DE CRIANÇAS QUE A MINHA AMIGA PATY COMPARTILHOU COMIGO. APRENDO MUITO LENDO ESSAS DICAS.

1.Transição de uma atividade pra outra.

Como a Marina reaje se, quando sair da banheira para secar, levar pra secar tambem um ou dois brinquedinhos junto?
É importante que a transição da banheira pra toalha seja adequada, seja o banho-brincadeira ou o banho-relaxante.
Também avise uns 3 minutinhos antes de sair da banheira : "Tá quaze acabando o banho da Marina. Daqui a pouco vamos pra Senhora Toalha!"
Quando estiver saindo da banheira :" A Marina tá saindo da banheira, escutou, Senhora Toalha?"
E na toalha: "Oi Senhora Toalha, a Marina chegou!"

2.Tipos de banho.


Temos de fato dois tipos de banho:

  1. banho atividade/brincadeira.
  2. banho relaxante/morninho/calmante que prepara pro sono noturno.

Se a criança toma um único banho naquele dia, deve ser mantido o banho relaxante/morninho/calmante que prepara pro sono noturno. Que deve, pelo menos do meio pro final, ter uma considerável redução de estímulos (principalmente som e luz forte)

Se tem a possibilidade de um banho a mais, o banho atividade/brincadeira durante o dia é ótimo pra criança gastar energias e abrir o apetite!
Se não estiver frio, nem precisa colocar muita água na banheira.
Se colocar a banheira sobre um tapete no chão, você poderá realizar outras tarefas enquanto olha a criança.
Certa vez salvei meu almoço assim: Bernardo brincando na banheira ao chão, no sol e eu tendo um tempinho pra engolir meu arroz!

Patricia Muller

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Fernando Sabino: De tudo ficaram três coisas... A certeza...

"De tudo ficaram três coisas...
A certeza de que estamos começando...
A certeza de que é preciso continuar...
A certeza de que podemos ser interrompidos
antes de terminar...
Façamos da interrupção um caminho novo...
Da queda, um passo de dança...
Do medo, uma escada...
Do sonho, uma ponte...
Da procura, um encontro!"


Fernando Sabino

Dica de viagem para europa: TAX REFOUND

Dica de viagem para europa: Juntar todas as notas fiscais quando estiver na europa, pois na volta para o Brasil pode passar no TAX REFOUND no aeroporto e reembolsar alguns impostos.

Seguidores

Archivo del blog