Espaço para desvanecer a cada instante. Aqui se encontram textos, imagens e gráficos de vários autores. Sempre precisei colecionar o que eu chamo de figurinhas mágicas. São cartas que abrem novos horizontes e paisagens. Então, boa viagem ;)

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Diga que raça de cachorro criou e compreenderei melhor a sua cultura.

Hoje, vi um site com a descrição da raça TOSA KEN do Japão. Fiquei encantado de conhecer um pouco mais da cultura japonesa. Abaixo deixo parte da descrição que encontrei no site que é genial (Indico para todos o site ;) 

tosa_inu (1)

“No Japão, os cães são cuidadosamente criados e treinados e o jogo é conduzido sob regras rígidas e acompanhado por rituais sagrados e procissões. As lutas de cães entre Tosa nunca deve ser cruel ou com sangue e nunca termina com a morte de um dos participantes. Pelo contrário, as lutas são projetados para durar muito tempo e, ao contrário do pi lutas de cães, um cão que vai para a vitória fácil e rápido, não é considerado um bom espécime. Semelhante a luta de sumo, os cães tenta trazer e manter o adversário no chão. Se ele domina por mais de 3 min. (ou 5 minutos, se a luta durou mais de 15 min.) É declarado vencedor. Um cão choramingar ou rosnar é declarado perdedor. O mesmo vale para um cão que vira a sua pata traseira para o adversário ou se mover atrás três passos quando atacado. A luta termina em qualquer caso, após 30 minutos, num empate, se nenhum dos caos demonstrou superior ao outro. Ao contrário das demais raças de combate, o Tosa original está consciente do valor simbólico da luta e respeita as regras do jogo e seus oponentes. Assim como lutadores de sumo, os cães são classificados em uma hierarquia e acordo com os pontos que ele ganhou recentemente. Os maiores Tosa “lutadores” recebem o título de Yokozuna como no sumô.

tosa_inu (2)A aparência geral do Tosa dever ser a de um atleta enorme, dinâmico e flexível. Possui uma cabeça grande e largo, focinho quadradão e barbela claramente observável. Ao contrário do Kennel Japão (JKC) e da Federação Cinológica Internacional (FCI), que exigem o vermelho como a cor preferida, na cidade de Kochi, onde a raça nasceu, aceita uma variedade de cores como sólido, tigrado, preto com manchas, ou pied.

É muito difícil encontrar boa qualidade de Tosa fora do Japão. O Típico cachorro procurado pelos criadores japoneses é calmo e tranquilo, mas atento e consciente de sua própria força e com senso inato de prudência, que vai reagir somente em caso de emergência, em seguida, demonstrando grande coragem e força inigualáveis.

Mesmo no Japão as coisas estão mudando. Muitas pessoas influentes não deseja promover o lado positivo, humilde da Tosa, pois eles temem que se a raça é percebida como diferente de uma raça de combate, ele vai ser mais facilmente substituída por uma outra raça nos shows.

Alguns criadores conscientes na Holanda, Alemanha e Estados Unidos estão levando o legado verdadeiro Tosa Inu. Potenciais compradores devem ser particularmente cuidadosos na escolha de um criador responsável e respeitável que gera o caráter genuíno da Tosa Inu.”

Texto acima retirado do site: http://www.bulldoginformation.com/Tosa-inu.html

P.S. Para quem quer ter um cachorro de raça japonesa de pequeno porte, encontrei esse daqui na internet: Shiba Inu. É muito lindo, parece um Akita em miniatura ;) Site de criador dessa raça que encontrei  na internet: http://www.leonorakita.com.br/

9219shiba-inu6  6660shiba-inu4

 


Curitiba, 13 de Dezembro 2012.

Conversando com a minha sócia encontrei um gato nipônico interessante também.

 

BOBTAIL JAPONÊS - Japanese Bobtail

Texto abaixo retirado do site www.ajudavirtual.com.

bobtail-japones

Origem: Japão
Tipo de Pêlo: Curto
Tamanho: Médio
Peso Mínimo: 05 Kg – Peso Máximo: 06 Kg
Temperamento: Dependente, apegado.
Idade: média de 08 anos

 

 

 

 

História:
Conhecido atualmente pelo nome inglês, o Bobtail Japonês é na verdade uma raça japonesa muito antiga, a qual estima-se existir há cerca de 2.000 anos. Existem desenhos dele em ruínas e documentos antigos ao lado de gueixas. No tempo de Gotokuju, as paredes foram decoradas com pinturas de um exemplar desses gatos, chamado Maneki-Neko, que significa – “gato das boas-vindas”. Diz uma lenda japonesa, que este gato traz boa sorte. O Bobtail Japonês chegou nos EUA em 1969, trazido por criadores e teve seu reconhecimento pela CFA em 1978. Em 1989, pela FIFE. Já no Brasil, este gato ainda é considerado de criação rara.

Características:
A cauda é a característica mais marcante do Bobtail Japonês, que tem esse nome devido a expressão “bobbed tail”, que significa cauda cortada. Sua cauda mede no máximo 10 cm de comprimento, mas como é mantida em posição curva, fica escondida e parece não existir, assim como ocorre com os coelhos. Esses gatos têm como cores mais apreciadas o preto, o branco e o vermelho, seja na forma sólida ou em combinações bicolores ou tricolores. Os gatos desta raça de outras cores também são aceitos, desde que o desenho (degradé de tons) da pelagem não seja como o do Siamês ou do Abissínio.

Com o corpo esguio, porém dotado de boa musculatura, ele é considerado um gato elegante, com pernas compridas e fortes. Seu focinho é arredondado, sendo que sua cor deve condizer com a do resto do corpo. Suas orelhas são largas e eretas e os olhos são ovalados, brilhantes e em harmonia com a tonalidade de sua pelagem. Seus pêlos são de comprimento médio, macios e muito resistentes.

O Bobtail Japonês é um gato amigável e de temperamento forte. Companheiro e inteligente, ele é considerado no Japão como um símbolo de amizade. A raça não tem dificuldade de ambientação, se adaptando tanto a apartamentos quanto ao ar livre.

Cuidados:
Manter o Bobtail Japonês saudável não costuma ser difícil, exigindo apenas cuidados básicos com a alimentação e a higiene. A pelagem curta não embaraça e esta raça quase não perde pêlos, exigindo apenas escovações ocasionais. Além disso, esses gatos devem ser alimentados com rações balanceadas, pois no caso de gatos de uma forma geral, o dono deve estar atento para o uso de boas rações, no intuito de se evitar o aparecimento de cálculos urinários, promovidos por alimentos de baixa qualidade. A alimentação adequada fará com que o gato cresça saudável e com a pelagem lisa e brilhante. Além disso, realize consultas regulares ao médico veterinário.

Posts Relacionados:

  1. Cornish-Rex
  2. British
  3. Gato Oriental
  4. Angora Turco
  5. Gato Exótico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Archivo del blog