Espaço para desvanecer a cada instante. Aqui se encontram textos, imagens e gráficos de vários autores. Sempre precisei colecionar o que eu chamo de figurinhas mágicas. São cartas que abrem novos horizontes e paisagens. Então, boa viagem ;)

sexta-feira, 5 de março de 2010

A virtude do vazio

"Conta uma estória Zen-Budista sobre um mestre japonês chamado Nan-in.
Vai visitá-lo um professor universitário que deseja conhecer o Zen.
Segundo a etiqueta, Nan-in convida-o a sentar.
Começa a servir o chá.
A  chávena do visitante já está cheia mas Nan-in continua imperturbável
derramando o chá ,
que principia a escorrer no chão.
O professor não podendo mais conter-se exclama:
- A chávena já está cheia! Chegou o momento de parar.
Ao que Nan-in observa:
- Assim como esta chávena , também estás cheio de conceitos e especulações.
Como poderei mostrar-te o Zen, se não te esvaziares primeiramente?"

(Texto transcrito e repassado para mim pela Paty em set 2006. O livro que ela retirou é o  Lao Tsé, O Livro do Caminho Perfeito
com comentários de Murillo Nunes de Azevedo da editora Pensamento)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Archivo del blog