Espaço para desvanecer a cada instante. Aqui se encontram textos, imagens e gráficos de vários autores. Sempre precisei colecionar o que eu chamo de figurinhas mágicas. São cartas que abrem novos horizontes e paisagens. Então, boa viagem ;)

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

SER – Raimundo Gadelha

Queria só ser
Não queria ter que ser
Ninguém tem que ser
Ser, naturalmente ser
e solto acontecer.
(Raimundo Gadelha)

Arrumando as coisas encontrei um papel com essa poesia que anotei na minha adolescência. Vou jogar fora o papel, mas engraçado, quis deixar postado para mais tarde revisitar o texto. Será que estou ficando velho? Yiuki

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Archivo del blog