Espaço para desvanecer a cada instante. Aqui se encontram textos, imagens e gráficos de vários autores. Sempre precisei colecionar o que eu chamo de figurinhas mágicas. São cartas que abrem novos horizontes e paisagens. Então, boa viagem ;)

quarta-feira, 9 de julho de 2008

MAR - Lúcio Cardoso

Mar, coisa que sou carregando sangue, neblina e fúria morta. Lúcio Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Archivo del blog